Cientistas Estão Prontos Para Ressuscitar 10 Animais Extintos

0
0

Sabia que os cientistas estão quase prontos para trazer de volta algumas espécies que já se foram? O Tiranossauro Rex e outras criaturas perigosas não estão na lista VIP, então não vamos vê-los tão cedo. Mas alguns dos personagens que a gente mais gosta dos filmes da Era do Gelo podem voltar a viver!

MINUTAGENS:

Mamute-lanoso 2:14

Tigre dentes-de-sabre 3:25

Moa 4:20

Preguiça-gigante 5:07

Dodô 6:10

Rinoceronte-lanoso 7:08

Alce-gigante 7:49

Golfinho-lacustre-chinês 8:35

Unicórnio siberiano 9:15

Homem de Neandertal 10:18

Música: https://www.youtube.com/audiolibrary/music

RESUMO:

– A maioria dos mamutes-lanosos morreu há cerca de 10.000 anos, mas havia uma população de 500 a 1.000 animais desta espécie vivendo na Ilha de Wrangel, no Oceano Ártico, em 1650 a.C. O mamute-lanoso era mais ou menos do tamanho de um elefante africano.

– O tigre dentes-de-sabre era do tamanho dos tigres que a gente tem hoje. Ele pesava de 90 a 285 quilos e podia chegar até 4 metros de comprimento. Este felino geralmente tinha um pescoço musculoso, rabo curto, patas dianteiras poderosas e dentes afiados que nasciam na mandíbula superior e poderiam crescer até 30 cm!

– A moa era uma ave corredora gigante que se parecia com um avestruz, porém sem as asas. Nós conhecemos cerca de 10 membros da família das moas. Algumas eram do tamanho de um peru, enquanto outras podiam chegar a uma altura de 3 metros, o que faz desta ave a maior que já habitou nosso planeta.

– As preguiças-gigantes têm boas chances de ser ressuscitadas com sucesso, já que elas ainda vagavam pela Terra há cerca de 8.000 anos. E o melhor: algumas amostras do DNA delas já foram obtidas a partir de pelos intactos deste animal.

– O Dodô entrou em extinção 80 anos depois de ter sido descoberta. O único habitat dela eram as Ilhas Maurício, no oceano Índico, onde viveu pacificamente por sabe-se lá quanto tempo até que os holandeses apareceram, nos anos 1590.

– Além do mamute-lanudo, existe mais uma criatura felpuda que os cientistas querem trazer de volta: o rinoceronte-lanudo. Este animal ainda vivia na neve ártica há pouco tempo, cerca de 10.000 atrás. Este rinoceronte peludo é bem famoso também: ele geralmente aparece em pinturas rupestres, como na caverna francesa Chauvet-Pont-d’Arc.

– O alce-gigante, também chamado de alce-irlandês, foi mais um dos animais que não conseguiram sobreviver à era glacial. Esta criatura morreu há cerca de 12.000 anos. Mas os pesquisadores descobriram fósseis da espécie na Sibéria que tinham apenas de 7.000 a 8.000 anos de idade.

– O golfinho-lacustre-chinês foi extinto em 2006, o que o tornou o primeiro cetáceo (que é o grupo das baleias, golfinhos e botos) a morrer diretamente por causa do impacto negativo da atividade humana. É óbvio que agora, desde que a extinção dele é bem recente, já existem inúmeras amostras de DNA que tornam sua ressureição muito possível.

– Uma caveira de unicórnio siberiano descoberta no Cazaquistão provou que o animal na verdade tinha desaparecido há apenas 29.000 anos. Uma notícia boa para quem sempre sonhou em ver um unicórnio algum dia!!

– Trazer o homem de Neandertal de volta seria a tarefa mais fácil de todas. Os cientistas já têm um mapa do genoma dele. Então a pergunta já não é se podemos, e sim se devemos fazer isso

Inscreva-se em Incrível: https://goo.gl/ZHFt2x

—————————————————————————————-

Nossas Redes Sociais:

Facebook: http://facebook.com/incrivelclub/
5-Minute Crafts Youtube: goo.gl/0f2h9p

—————————————————————————————-

Para mais vídeos e artigos, acesse: http://incrivel.club